23 e 24/02/2019 – Campeonato Paulista Interclubes (São Paulo/SP)

Campeonato Paulista Interclubes – 2019
23 e 24/2 no Esporte Clube Pinheiros
9 e 10/3 na APCEF-SP
Regulamento Geral
1. O Campeonato Paulista Interclubes destina-se a definir o campeão e vice-campeão paulista
interclubes do ano, bem como definir os acessos e descensos entre as diversas categorias, a
saber: Especial, Primeira, Segunda e Terceira, bem como o campeão interclubes da Grande São
Paulo e o campeão interclubes do interior, conforme o regulamento a seguir.
Parágrafo 1 – será considerada campeã da Grande São Paulo a equipe pertencente a esta
região com a melhor classificação na categoria mais qualificada que conter ao menos uma
equipe da região.
Parágrafo 2 – será considerada campeã do interior a equipe que não pertencente à Grande São
Paulo com a melhor classificação na categoria mais qualificada que conter ao menos uma
equipe do interior.
Parágrafo 3 – as categorias são citadas neste art. 1 em ordem decrescente de qualificação.
2. As inscrições devem ser efetuadas até as 18 horas do dia 15 de fevereiro, via e-mail
(secretaria@fpx.com.br, com cópia para mariusvr@terra.com.br) e pago através de depósito na
conta da FPX. As equipes participantes devem estar quites com suas anuidades junto à FPX.
Para inscrições feitas até as 18 horas do dia 8 de fevereiro, a taxa de inscrição é de R$ 180,00
(cento e oitenta reais) para a primeira equipe de uma entidade, R$ 150,00 (cento e cinquenta
reais) para a segunda, de R$ 130,00 (cento e trinta reais) para a terceira, de R$ 105,00 (cento
e cinco reais) para a quarta e para a quinta equipes e de R$ 55,00 (cinqüenta e cinco reais)
para cada uma das demais (sexta em diante) equipes de uma mesma entidade. Após esse
prazo, a taxa de inscrição passa a ser de R$ 195,00 (cento e noventa e cinco reais) para a
primeira equipe de uma entidade, R$ 165,00 (cento e sessenta e cinco reais) para a segunda,
de R$ 140,00 (cento e trinta reais) para a terceira, de R$ 120,00 (cento e vinte reais) para a
quarta e para a quinta equipes e de R$ 60,00 (sessenta reais) para cada uma das demais
(sexta em diante) equipes de uma mesma entidade. Cada equipe deve ser composta por quatro
titulares e até quatro reservas. No ato da inscrição
3. A competição realiza-se em sete rodadas para todas as categorias, sendo as categorias Especial
e Primeira disputadas no sistema Schurig e as Segunda e Terceira categorias no sistema suíço,
com a seguinte programação:
Dia 23 de Fevereiro – Abertura 12h45, 1ª Rodada – 13h00; 2ª Rodada – 17h00;
Dia 24 de Fevereiro – 3ª Rodada – 10h00; 4ª Rodada – 14h00;
Dia 9 de Março – 5ª Rodada – 13h00; 6ª Rodada – 16h30;
Dia 10 de Março – 7ª Rodada – 10h00; a seguir Premiação.
4. A substituição dos jogadores deve ser efetuada pelo sistema olímpico, mantendo-se sempre a
ordem da inscrição inicial fornecida pela entidade filiada.
5. O tempo de reflexão será de:
– uma hora acrescida de trinta segundos por lance, para as categorias Especial e Primeira;
– uma hora e quinze minutos nocaute para as Segunda e Terceira categorias.
6. O competidor ou equipe que não se apresentar para jogar até uma hora após o horário
determinado para o início da rodada será declarado ausente e, conseqüentemente, perdedor da
partida (ou match), e do(s) ponto(s) respectivo(s) (WO).
7. Será obrigatória a presença de no mínimo três jogadores para uma equipe participar de uma
rodada, sendo que a equipe deve se apresentar com pelo menos dois jogadores para iniciar a
disputa de um match. A equipe somente poderá iniciar o match após o preenchimento da
súmula, pelo capitão, com os nomes dos jogadores que vão participar da rodada:
Parágrafo 1 – Caso alguma equipe comece o match sem preencher a súmula, todo o tempo será
atribuído a esta equipe.
Parágrafo 2 – Em todas as categorias, fica sob a responsabilidade de cada equipe reclamar
sobre tabuleiros irregulares até o final da partida.
8. Cada equipe deve trazer, a cada rodada, dois jogos de peças (padrão oficial) e dois relógios de
xadrez, adequados ao ritmo de jogo de sua categoria, em perfeito estado de funcionamento. O
não cumprimento deste item implica em se considerar ausente o jogador não portador do
material solicitado, até o mesmo ser providenciado. Esta providência fica sob a responsabilidade
dos condutores das peças brancas.
9. A equipe que for declarada ausente em duas rodadas (consecutivas ou não) será eliminada da
competição.
Parágrafo Único – Caso uma equipe seja eliminada, ela será multada em R$ 100,00 (cem reais).
10. A classificação final das equipes é determinada pela contagem dos pontos obtidos por seus
jogadores em cada um dos matches. Caso o número de equipes seja ímpar num torneio
sistema suíço, o bye da primeira rodada receberá quatro pontos e nas demais rodadas dois
pontos.
11. Os melhores tabuleiros em cada categoria serão premiados. Só concorrem a esse prêmio os
jogadores com uma participação mínima de quatro rodadas no caso dos titulares (1º a 4º
tabuleiros) e de três no caso dos reservas (5º a 8º tabuleiros). Esta premiação será dada de
acordo com a ordem de inscrição na equipe.
Parágrafo 1 – Qualquer reclamação só será válida se feita até a penúltima rodada;
Parágrafo 2 – Dentre os jogadores que completaram a participação mínima, será premiado
aquele com o melhor aproveitamento (pontos conquistados/partidas disputadas).
Parágrafo 3 – Em caso de empate, o primeiro critério será o maior número de partidas
disputadas, seguido de rating-médio dos adversários.
12. Os diretores do evento serão indicados pela FPX e a arbitragem fica a cargo da equipe de
árbitros da FPX,. O emparceiramento das categorias disputadas será feito através do software
“Swiss Perfect” e/ou do software “Swiss Manager”.
13. O rating médio das equipes será calculado usando-se os quatro maiores ratings.
Parágrafo 1 – caso um participante tenha rating Fide maior ou igual a 2000, sua pontuação Fide
será considerada como seu rating.
Parágrafo 2 – caso um participante tenha rating Fide menor que 2000, será considerado o valor
de 2000 como seu rating.
Parágrafo 3 – caso um jogador não tenha rating Fide, será considerado o valor de 1600 como
seu rating para efeito do cálculo do rating médio, a não ser que a arbitragem decida em
contrário antes da realização do emparceiramento da 1ª rodada.
14. As regras da Fide são aplicadas a tudo relacionado ao presente torneio, desde que não
contrariem este regulamento.
15. Os casos omissos serão resolvidos pela comissão Técnica/Disciplinar/Apelação do Campeonato,
composta por 3 titulares e 2 suplentes, a saber, titulares: (a definir) e suplentes: (a definir).
Parágrafo único – as equipes que desejam recorrer contra uma decisão da arbitragem devem
apelar a essa comissão, por escrito, num prazo máximo de 15 minutos após o término da
rodada em questão. Elas devem depositar a quantia de R$ 500,00 (quinhentos reais), a ser
devolvida caso o recurso seja deferido.
Categoria Especial
16. A Categoria Especial do Campeonato Paulista Interclubes de 2019, é disputada por oito equipes
no sistema Schurig, a saber:
– as seis primeiras equipes classificadas na Categoria Especial em 2018;
– as duas primeiras equipes classificadas na Primeira Categoria do ano de 2018.
Parágrafo único – na ausência de uma ou mais destas equipes, serão chamadas, pela ordem, as
demais equipes classificadas na Primeira Categoria de 2018 até se completarem as oito vagas.
17. A ordem de escalação das equipes da Categoria Especial, entregue de acordo com o artigo 2,
deve obedecer à “regra dos 200 pontos”. Para os efeitos desta regra chamaremos de escalar à
frente o ato de atribuir a um jogador um tabuleiro de número menor do que a um companheiro
de sua equipe. Um jogador só pode ser escalado à frente de qualquer outro membro de sua
equipe se seu rating for superior, igual ou até 200 pontos mais baixo que o rating do
companheiro. Caso contrário, deverá ser escalado atrás deste.
Parágrafo único – caso a escalação de uma equipe, devidamente entregue de acordo com o
artigo 2, viole a regra dos 200 pontos, esta será retificada, com a menor alteração possível,
pela arbitragem, antes do início da competição.
18. As equipes são numeradas conforme sorteio a ser realizado na sede da FPX, logo após o
fechamento das inscrições, devendo se realizar o confronto de equipes de uma mesma entidade
o mais cedo possível.
19. A equipe vencedora da categoria Especial será considerada Campeã Paulista de 2019.
20. As seis primeiras equipes têm sua vaga garantida na Categoria Especial de 2020, enquanto as
duas últimas serão rebaixadas à Primeira Categoria no mesmo ano.
21. No caso de igualdade na pontuação final entre duas ou mais equipes aplicam-se, por ordem, os
seguintes critérios de desempate:
a. Pontos de equipe (3 por vitória; 1 por empate; 0 por derrota) – 40 no SM
b. Neustadtl – 35
c. Sistema BSV – 24
d. Confronto direto – 14
e. Sorteio
Primeira Categoria
22. A Primeira Categoria do Campeonato Paulista Interclubes de 2019, será disputada por oito
equipes no sistema Schurig, a saber:
– as duas últimas equipes da Categoria Especial do ano de 2018;
– as equipes que terminaram a Primeira Categoria de 2018 entre a 3ª e a 6ª posições;
– a equipes campeã e vice campeã da Segunda Categoria do ano de 2018.
Parágrafo único – na ausência de uma ou mais destas equipes, serão chamadas, pela ordem, as
demais equipes classificadas na Segunda Categoria de 2018 (desde que não tenham sido
rebaixadas naquele ano) e, se necessário, as demais equipes classificadas na Terceira Categoria
daquele ano, até se completarem as oito vagas.
23. A ordem de escalação das equipes da Primeira Categoria, entregue de acordo com o artigo 2,
deve obedecer à “regra dos 200 pontos”, tal qual aplicada para a Categoria Especial, conforme
especifica o artigo 17.
24. As equipes são numeradas conforme sorteio a ser realizado na sede da FPX, logo após o
fechamento das inscrições, devendo se realizar o confronto de equipes de uma mesma entidade
o mais cedo possível.
25. As duas primeiras equipes são promovidas à Categoria Especial de 2020, as duas últimas são
rebaixadas à Segunda Categoria do mesmo ano, enquanto as demais serão mantidas na
Primeira Categoria.
26. No caso de igualdade na pontuação final entre duas ou mais equipes aplicam-se, por ordem, os
seguintes critérios de desempate:
a. Pontos de equipe (3 por vitória; 1 por empate; 0 por derrota) – 40 no SM
b. Neustadtl – 35
c. Sistema BSV – 24
d. Confronto direto – 14
e. Sorteio
Segunda Categoria
27. A Segunda Categoria do Campeonato Paulista Interclubes de 2019, é disputada pelo sistema
suíço em sete rodadas, com as seguintes equipes:
– As duas equipes rebaixadas na Primeira Categoria
– As equipes da Segunda Categoria de 2018 que não foram promovidas à Primeira Categoria, e
tampouco rebaixadas à Terceira Categoria;
– As equipes que terminaram a Terceira Categoria C de 2018 entre a 1ª e a 6ª colocações;
– As equipes de rating médio igual ou superior a 2050.
Parágrafo um – caso o número de equipes seja inferior a doze, serão chamadas as próximas
equipes da Terceira Categoria, até que este número seja completo.
Parágrafo dois – caso o número de equipes seja igual ou superior a doze, não serão chamadas
outras equipes da Terceira.
28. As equipes serão numeradas por ordem, de acordo com seu rating médio (calculado conforme
o artigo 13) e ordem alfabética dos nomes das entidades representadas. Caso o número de
equipes seja ímpar, o bye da primeira rodada será a equipe de menor rating médio (em caso de
igualdade haverá sorteio).
29. Sempre que isso não impeça o emparceiramento da rodada, diferentes equipes de uma mesma
entidade filiada não podem jogar entre si na primeira e na última rodadas.
30. As duas primeiras serão promovidas para a Primeira Categoria em 2020, as seis últimas serão
rebaixadas, enquanto que as demais serão mantidas.
31. No caso de igualdade na pontuação final entre duas ou mais equipes aplicam-se, por ordem, os
seguintes critérios de desempate:
a. Pontos de equipe (3 por vitória; 1 por empate; 0 por derrota) – 40 no SM
b. Sistema BSV – 24
c. Milésimos FPX (desconsidera-se o adversário com menor pontuação) – 37
d. Confronto direto – 14
e. Sorteio
Terceira Categoria
32. A Terceira Categoria é aberta a qualquer equipe de entidade devidamente filiada à FPX com
rating médio menor que 2050 (respeitado o disposto no artigo 27 sobre o número mínimo de
equipes da Segunda Categoria) e será disputada pelo sistema suíço em sete rodadas.
33. As equipes serão numeradas por ordem, de acordo com seu rating médio (calculado conforme
o artigo 13) e ordem alfabética dos nomes das entidades representadas. Caso o número de
equipes seja ímpar, o bye da primeira rodada será a equipe de menor rating médio (em caso de
igualdade haverá sorteio).
34. As seis primeiras equipes serão promovidas à Segunda Categoria em 2020.
35. Sempre que isso não impeça o emparceiramento da rodada, diferentes equipes de uma mesma
entidade filiada não podem jogar entre si na primeira e na última rodadas.
36. No caso de igualdade na pontuação final entre duas ou mais equipes aplicam-se, por ordem, os
seguintes critérios de desempate:
a. Pontos de equipe (3 por vitória; 1 por empate; 0 por derrota) – 40 no SM
b. Sistema BSV – 24
c. Milésimos FPX (desconsidera-se o adversário com menor pontuação) – 37
d. Confronto direto – 14
e. Sorteio